terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Claridade





















Eu segurei sua mão, e amei.
Como beija-flores amam a vida.
Simples, sem tormentos,
Meu sorriso era felicidade incontida

Eu dormi sobre sonhos espalhados pela cama
Acreditando estar sonhando sem fechar os olhos
E vi refletido no espelho da alma
O quanto era vívido os meus sonhos

Cantei com a alma, o espírito vivo
E sobrevoei vidas que não existiam.
Não haviam paredes de incertezas
E sem as lágrimas, pessoas sorriam.

Descontruí a solidão em mim
Descobrindo o quanto havia pela frente.
Caminhos, acasos e reticências,
Todas livres da antiga verdade inconsistente.

Eu segurei sua mão, e amei.
Não o amor apegado que se dá as pessoas.
Mais o amor eterno que se tem pela vida.

E no viver, aprendi a caminhar.
Por caminhos sem solidão
E sem ter medo da paixão que ainda não foi vivida...

8 comentários:

  1. Versos sublimes e agradaveis....parabens !

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Belo post...
    Feliz dos que sonham de olhos abertos...Um abraço poético!

    ResponderExcluir
  3. Lindo poema Canata!
    Achei mais belo pela leveza dele e pela forma sutil com que você escapa de lugares comuns nos quais caem boa parte dos poemas que encontro pela blogosfera... parabéns pelo seu diferencial! Não estou elogiando somente por elogiar, gostei fato, tanto que recomendei tua postagem no facebook!

    Forte abraço e boa noite!

    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Canata, sempre Canata!
    Cara, uma de suas melhores obras.
    E olha que as demais já são de uma qualidade
    inquestionável.
    Uma poesia que explora um momento único, particular,
    o momento em que nos deparamos com o que temos dentro de nós mesmos, os sonhos, os desejos, os anseios e a leveza de subtrair da vida o essencial, que está muito além da matéria.
    Parabéns!
    Um abraço, até breve...

    ResponderExcluir
  5. o medo do que não foi é o pior de todos,sem dúvida...
    belo poema cara.

    atenciosamente,
    Tomas J.

    http://sobretomasj.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. nos livrar das verdades inconsistentes é um grande desafio Canata...que só a claridade pode nos fazer ver...

    lindo poema,
    beijos
    e ótima semana pra você tb ^^

    bjo

    ResponderExcluir
  7. Nossa que lindo!Amar as pessoas como se ama a vida,pequena receita para ser feliz,amando de verdade,de corpo e sentimento,com a leveza da alma.
    Abraço e uma semana ótima pra vc,=)

    ResponderExcluir
  8. ...Segurei as tuas mãos, amei.
    Como beija flores amam a vida!

    Ual, lindo, lindo... lindo! *-*
    Que magnifico jeito de amar!

    ResponderExcluir