segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Boneca de pano






















Do alto olhei, e lá estava
Boneca de pano, recém-quebrada.
Era; e por assim só,
Já me causava dó.

Desci as escadas, ainda pensante
Deixando apenas olhares falantes
Como se pudessem dizer
Ou mesmo tentar entender.

Acasos. Reparos. Engano.
Não, você não era boneca de pano.

Ainda assim, era delicada
Só não era o que eu imaginava

Degrau, por degrau. Descido
Regresso, espesso vivido
Acolhendo o afago cansado
Voltando por um caminho errado.

Não se pode amar
As pessoas pelo que se imagina
Sentimentos devem nascer no olhar
Mais não sabemos, aonde termina.

E se não houver nenhuma boneca.
Ainda assim acredite no amor.
Pois um dia, vão se as bonecas.
Mais que seja eterno enquanto for...

9 comentários:

  1. Canata, realmente devemos amar as pessoas como elas são e não como queremos que sejam.
    O amor deve ser abundante dentro de nós para que possamos amar mais.

    Seu poema está extraordinário como todos que você faz e nos presenteia com a publicação.

    Parabéns pelo alumbramento e pelo talento.
    Insanos tem razão: é um grande poeta.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Um poema irônico e divertido, gostei. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  3. "Degrau, por degrau. Descido
    Regresso, espesso vivido
    Acolhendo o afago cansado
    Voltando por um caminho errado..."E o que dizer de coisas assim? Perfeito!

    Abraços

    psrecuerdame.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. "Não se pode amar
    As pessoas pelo que se imagina
    Sentimentos devem nascer no olhar
    Mais não sabemos, aonde termina."

    Perfeito todo o poema mas essa parte me tocou mais.
    Abraço Canata e continue assim esbanjando poesia.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo esse poema Canata,adorei!
    Gostei mais da parte em que vc fala que não se pode amar as pessoas pelo que se imagina,sentimentos devem nascer no olhar mas não se sabe onde termina...
    Perfeito!
    Adorei,beijoss

    ResponderExcluir
  6. Amar pelo que se imagina é um amor ilusorio... nao rola né!

    bjsss meuss


    CAt

    ResponderExcluir
  7. que seja eterno enquanto for...

    muito lindo Canata!!!!

    vivendo e aprendendo a experimentar os contrastes do amor...

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Te vejo sempre am alguns blogs amigos e hj resolvi te conhecer.
    Encontro este poema super lindo.
    O amor nao pode ser idealizado ou imaginado senão há decepção.
    O amor é como um click... acontece. E quando as bonecas se forem, o sentimento verdadeiro fica.

    Ótimo domingo pra voce.

    ;)

    ResponderExcluir
  9. Calma tudo tem geito
    nessa vida.
    Não faz sentido perder o juiso
    se hontem nada deu certo.
    Se você tem fé ..Tem Amor
    mais nada vai bem contigo.
    Alguma coisa ainda te falta
    consulte no fundo do seu coração
    algo que sem perceber você deixou de lado.
    Deus sabe quanto agradeço por ser sua amiga.
    Um abençoado final de Domingo.
    Bjs no coração,Evanir.
    Eu Amo..Amar Você

    ResponderExcluir