terça-feira, 22 de março de 2011

Soneto ao Amor Verdadeiro

uando você partiu
Achei que não poderia suportar
A dor de te ver sair
A dor de ainda te amar.

O tempo passou.
Talvez rápido demais
Seguiu seu rumo
E nos deixou pra trás.

Mais em algum lugar
Permanece à vontade
De poder viver outra vez
Aquele amor de verdade

Enquanto meu peito enlouquecia
Alguém dizia
Que eu não sabia amar.

Enquanto o mundo cantava,
Eu chorava
Sabendo que você não ia voltar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário